Notícias

Bombeiro e Polícia Militar ficarão dois anos fora das novas regras de aposentadoria, anuncia Caiado

Bombeiro e Polícia Militar ficarão dois anos fora das novas regras de aposentadoria, anuncia Caiado

access_time 5 meses ago

Decisão foi anunciada depois com o deputado Coronel Adaílton (PP), o presidente da Alego, Lissauer Vieira (PSB) e o secretário de Segurança Pública, Rodney Miranda

Em postagem no seu perfil do Twitter, o governador Ronaldo Caiado (DEM) anunciou que deve manter os benefícios de aposentadoria para o Corpo de Bombeiros Militares e a Polícia Militar por mais dois anos. A decisão foi anunciada depois negociação do chefe do executivo com o deputado coronel Adaílton (PP), o presidente da Alego, Lissauer Vieira, o secretário de Segurança Pública, Rodney Miranda, além de outros secretários.

O vídeo postado na rede social, mostra o governador ao lado dos parlamentares e da secretária de Economia Cristiane Schmidt enquanto assina o compromisso. “Eu, como governador, estou assinando a prorrogação das prerrogativas com os Bombeiros Militares e a Polícia Militar por mais dois anos”, diz Caiado. “[A prorrogação é] Para mostrar nosso apoio reconhecimento e respeito que temos pelos nossos bombeiros militares e pela Polícia Militar”, declarou ainda na mídia social.

Os dois anos a mais do prazo diz respeito a aprovação na Alego da Pec da Reforma da Previdência, que adéqua as regras de aposentadoria dos servidores estaduais às novas regras federais. O texto foi alvo de diversas polêmicas no Parlamento, dentre elas, a inclusão das classes policiais.

Compartilhe essa notícia

Comentários